Informe sobre coletas e análises de amostragem de águas, sedimentos, solos e lamas - 25.Jan.2022

Atualizado: 17 de fev.



Olá a todos que estão acompanhando a força-tarefa de voluntários iniciada em 13.jan e divulgada em 15.jan.22, referente à criação da rede de amostragem (de águas, sedimentos/solos/lamas) do Quadrilátero e em torno.


Vimos aqui divulgar, então, algumas informações e últimos eventos transcorridos.


Conforme divulgado inicialmente, o nosso colega Luciano ficou a cargo de gerenciar a planilha de dados com os pontos amostrados. Até este momento já temos cadastradas 55 amostras (16 de água e 39 de lama de enchente). Dessas, ainda estamos consolidando alguns dados cadastrais (alguns pontos ainda deverão ser inseridos em breve, pois outros voluntários já coletaram material de localidades mais distantes). Oportunamente, deveremos gerar um mapa com a distribuição geográfica e situação de todos os pontos amostrados.


Aos/Às voluntários(as) que já coletaram as amostras, mas ainda não contactaram o Luciano (031 98850-1344) pedimos contactá-lo o quanto antes.


Estamos agora na fase de identificar e contactar algumas instituições idôneas, capacitadas tecnicamente e independentes que possam efetuar as análises mineralógicas da lama de enchente, nosso foco principal neste momento. O cenário pandêmico, entretanto, irá demandar um pouco mais de tempo até a finalização dessas análises, pois muitos laboratórios estão trabalhando em regime de cotas amostrais ou mesmo ainda paralisados. Entretanto, não se preocupem com o tempo transcorrido entre a coleta e a futura análise, pois essa caracterização mineralógica pode esperar mais tempo, mas sem qualquer comprometimento dos resultados.


Assim, estamos viabilizando uma parceria com uma universidade do Norte do Brasil e tudo indica que seremos bem sucedidos.


Quanto às amostras já coletadas, o seu armazenamento está sendo direcionado para docentes da UFOP e UFMG, de forma a termos duas centrais de estoque e, assim, facilitarmos a logística de entrega/recolhimento. Muito em breve aqueles(as) que ainda estão de posse das amostras, mas que já repassaram seus dados para o Luciano vão ser contactados para podermos melhor definir qual dos dois polos de recolhimento será o mais adequado.


No mais, a rede de especialistas (pesquisadores e professores) já participantes está se ampliando rapidamente e estamos muito confiantes que essa força-tarefa, ora em construção, calcada na abnegação e esforço de tantos voluntários, está se consolidando a cada dia. Mais informações serão divulgadas em um boletim do grupo a ser enviado em breve.


Saudações,


EduMiTe (Gp de Pesquisa em Educação, Mineração e Território - Daniela Campolina, Paulo Rodrigues e Lussandra Gianasi); Laboratório de Educação Ambiental e Pesquisas LEA:AUEPAS/DEPRO-DEGEP/UFOP (Profa. Dulce Maria Pereira); Laboratório de Solos e Meio Ambiente IGC/UFMG (Profa. Adriana Monteiro), MovSAM (Luciano Corrêa, Dani Campolina e Paulo Rodrigues) e Projeto Manuelzão